Arca Espacial

Para Onde Vamos?

Sustentabilidade e patrimônio cultural
Pesquisa, projeto, reforma, restauro e recebimento de imóveis

O Green Building Council Brasil lança a campanha Para Onde Vamos? As imagens são épicas com um ar futurístico, a cena é uma alusão à Arca de Noé, só que em vez do barco temos um ônibus espacial!

Clique para ver mais

Clique para ver mais Afinal, só temos um planeta e se acabarmos com tudo (com anda o andar da carruagem…), produzindo lixo em escala gigantesca, desperdiçando água, poluindo o ar, e continuarmos a insistir em não mudarmos os nossos hábitos, “Vamos para Onde?”, onde sobreviveremos? Temática semelhante trouxeram os filmes Procurando Nemo (desenho animado da Pixar) e a super bilheteria Avatar .

Nemo mostrou a solução de fora para dentro e como ela é catastrófica. As pessoas perderam a referência social e de vida plena, as ações reativas que não levam a uma mudança de atitude são ineficazes e só caminham de encontro ao desastre.

Já Avatar trouxe o entendimento de que todos os serem estão interligados e que o equilíbrio depende da nossa integridade interior, onde a mudança tem que ser de dentro para fora. Não existe necessariamente um consenso sobre todas as ações a serem feitas, mas há a certeza que vários caminhos podem ser traçados rumo ao objetivo comum.

Devemos ter em mente que a saída não está fora de nós, mas sim dentro. Começamos de dentro para fora, das pequenas ações para as grandes. Mas isso não que dizer que tem de ser a passos de tartaruga, quase parando e voltando para trás (como o protocolo de Quioto). Se deixarmos tudo para os outros fazerem, nada será feito. No nosso país bem sabemos: o que é de todos não é de ninguém. É fundamental que cada um assuma as suas responsabilidades pela sua vida, pelo local onde vive e onde trabalha.

Melhor termos “ilhas de sustentabilidade” que possam mostrar as alternativas, servirem de modelo e alimentar nossas esperanças do que termos somente uma imensidão de áreas devastadas e sem uma qualidade de vida digna.

Comentar